Ministério da Economia vai liberar R$ 1,4 bi para compra de vacinas

Dinheiro virá por crédito suplementar no Orçamento de 2021, que remaneja gastos discricionários, sem impactar as contas públicas nem estourar o teto de gastos

pt_BR